Georreferenciamento de imóveis rurais: os 9 erros brutais cometidos pelos profissionais!

erros-cometidos-em-processos-de-georreferenciamento de imóveis rurais
0 Flares Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Ao conseguir o credenciamento junto ao INCRA, uma das primeiras dúvidas dos profissionais é quanto a como fazer o georreferenciamento de u m imóvel rural. Isso porque infelizmente os cursos técnicos, superiores e as especialização da área são excessivamente teóricos.

Os profissionais se formam, porém tem muito medo de cometer erros, de ter que refazer um serviço perdendo tempo e dinheiro e de se queimar junto a seus clientes.

Porém, não se preocupe, que neste artigo eu irei lhe mostrar os 10 erros mais cometidos pelos profissionais ao prestarem serviços de georreferenciamento de imóveis rurais.

Antes de eu abrir minha caixa do tesouro e lhe mostrar estes erros terríveis, deixe-me lhe indicar outros 2 artigos brilhantes sobre Georreferenciamento de imóveis rurais. São eles:

incra georreferenciamento. 6 dúvidas cabeludas respondidas!

Georreferenciamento de imóveis rurais – 5 exemplos práticos do local correto para a implantação dos marcos geodésicos

 

Erro 1 – Não buscar identificar e eliminar os erros o mais rapidamente possível! 

Um dos piores erros cometidos pelos profissionais quando se fala na prestação de serviços de georreferenciamento de imóveis rurais é que os mesmos não tratam um processo de georreferenciamento como um míssil teleguiado. 

Isso mesmo, eu gosto de dizer que um processo de georreferenciamento é como um míssil teleguiado…

Que o primeiro passo, antes mesmo de lançar o míssil é certificar-se que está tudo certo com o mesmo e que ele tem combustível suficiente.

Com um processo de georreferenciamento a ideia é a mesma, você precisa primeiro checar para saber se está tudo ok com os equipamentos.

Em um segundo momento você lança o míssil, porém perceba que o mesmo está sujeito a ação de uma série de forças, como o vento e a pressão atmosférica, por exemplo.

Em um processo de georreferenciamento acontece a mesma coisa, a partir do momento que você fecha negócio com o cliente, deve começar a mapear as coisas que podem dar erradas buscando mitigar o efeito das mesmas.

Faça-se sempre esta pergunta:

O que é que pode dar errado?

Na realidade, tenha em mente que quando se fala no georreferenciamento de imóveis rurais, normalmente o que causa os maiores problemas sempre será  a parte que envolve lidar com pessoas.

Eu falo isso porque uma vez que você entenda como como proceder a campo e da utilização dos diferentes necessários, esta parte não será tão problemática. 

O mesmo não pode-se falar da parte que envolve lidar com pessoas. Porém, a boa notícia é que se você se fizer sempre esta pergunta:

O que é que pode dar errado?

Buscando identificar os possíveis erros e impedir os mesmos de acontecerem, provavelmente você irá facilmente identificar as possíveis fontes de erro o mais rápido possível mitigando o impacto dos mesmos.

 

Georreferenciamento de imóveis rurais – Erro 2 – Não buscar identificar confrontantes problemáticos

Uma das principais características de um processo de georreferenciamento de imóveis rurais é a necessidade da anuência dos confrontantes.

Conforme eu falei antes, normalmente o que causa a maioria dos problemas é esta parte de lidar com pessoas. Eu mesmo já tive inclusive processos de georreferenciamento que se arrastaram por meses porque eu não conseguia entrar em contato com 1 confrontante.

É importante que você saiba que existem 3 situações nas quais você pode ter problemas para adquirir os dados e a anuência dos confrontantes. São elas:

  • O confrontante mora em outro município ou estado. Isso é muito comum e como pode fazer com que um processo de georreferenciamento se arraste por meses;
  • O confrontante não se dá com o proprietário;
  • O confrontante se negar a anuir.

A maneira como você pode evitar estes problemas fazendo o georreferenciamento de imóveis rurais com grande velocidade, é já na reunião com o cliente, informar ao mesmo que será necessário a anuência dos confrontantes, se informando a respeito dos mesmos.

Não poupe esforços em conseguir o maior número possível de informações sobre os confrontantes. Pergunte:

  • Se existe algum confrontante que mora em outro município ou estado e;
  • Se existe algum confrontante com o qual ele tenha problemas.

Caso a resposta do mesmo seja positiva, tente conseguir o contato do confrontante que mora em outro estado ou município e ligue para o mesmo perguntando quando ele virá até o município.

Se o mesmo disser que virá logo, peça para ele passar no seu escritório.

Algo importante é que você, se possível, deixe para explicar presencialmente que precisa da anuência do mesmo e porque precisa da mesma.

Caso exista algum confrontante com o qual o seu cliente não se acerte, nunca peça para ele ir conversar com o mesmo. Ao invés disso, vá você conversar este confrontante e explique exatamente o motivo pelo qual ele precisa anuir o processo de georreferenciamento.

Ao tomar estes cuidados você estará tentando evitar o terceiro problema, que é evitar que um confrontante se negue a dar a anuência ao georreferenciamento de imóveis rurais.

E com isso nós chegamos no terceiro erro…

 

Erro 3 – Pressuposição

Isso mesmo, nós seres humanos, sempre tendemos a cair neste erro:

Pressupomos, por exemplo, que o cliente sabe o que dizer para o confrontante…

Perceba isso, que você não pode pressupor que o cliente sabe o que conversar com o confrontante. Que você precisa explicar detalhadamente a importância da anuência explicando detalhadamente o que o seu cliente precisa falar para o confrontante.

Um outro momento no qual você corre o risco de cometer o erro da pressuposição é quando o cliente chega no escritório e você pressupõe que o mesmo sabe exatamente o que é o georreferenciamento de imóveis rurais.

Você deduz que ele está informado, sabe o que quer e entende a importância do serviço.

O problema é que enquanto nós normalmente achamos que o cliente entende 100%, o mesmo na realidade, entende somente 5 a 10%…

Ou seja, ele  tem apenas uma leve noção dos serviços que você presta e da importância dos mesmos.

Perceba que você precisa constantemente educar seus clientes. Eduque os mesmos sobre:

  • Os serviços que você presta;
  • A importância dos mesmos;
  • E sobre você.

Isso mesmo, conte sua história e fale de suas crenças, conquistando desta maneira a confiança  do cliente.

 

Georreferenciamento de imóveis rurais – Erro 4 – Não pedir a matricula da propriedade

Este é um outro erro que você não pode cometer. Na realidade, sempre, após fechar negócio com o cliente, a primeira coisa que você precisa fazer é pedir a matricula da propriedade para o mesmo.

Isso porque para você o que interessa é a realidade jurídica e não a física.

Você precisa se informar se seu cliente possui uma ou mais matriculas e se possui alguma área de posse.

Com isso você conseguirá saber exatamente como proceder conseguindo prestar serviços de melhor qualidade e conquistando seus clientes.

 

Erro 5 – Não dominar o posicionamento pelo GNSS

Este é um dos erros cometidos pelos profissionais ao prestarem serviços de georreferenciamento de imóveis rurais que mais faz os mesmos perderem tempo e dinheiro.

Infelizmente, a maioria dos profissionais são apenas apertadores de botões, não conhecendo detalhadamente o posicionamento pelo GNSS, as diferentes fontes de erros que impactam o mesmo e os diferentes métodos de posicionamento.

O problema é que o custo por não entender de posicionamento pelo GNSS é muito alto. Isso porque o Georreferenciamento de Imóveis Rurais tem muitos detalhes, sendo fácil cometer-se erros.

Perceba que se você utilizar o método de posicionamento errado, terá que voltar a campo para obter novamente os dados, perdendo meio dia, das vezes um dia inteiro de trabalho ou até mesmo um projeto inteiro.

O grande problema é que todo o custo pela retificação dos erros cometidos ao prestar-se serviços de georreferenciamento de imóveis rurais é do agrimensor.

Isso nos leva ao sexto erro:

 

Erro 6 – Achar que o processo de georreferenciamento de imóveis rurais termina quando o imóvel for georreferenciado

Muitos profissionais acreditam que o processo de georreferenciamento termina quando a propriedade obtém a certificação junto ao incra, porém isso não é verdade. O processo de georreferenciamento irá terminar somente depois que a última propriedade confrontante for certificada.

Isso porque dentro deste período pode acontecer uma sobreposição de área com algum dos confrontantes e diante disso, de você ter que voltar a campo para obter novamente os dados problemáticos.

Perceba que ao entender pouco de posicionamento pelo GNSS, você corre o risco de 10 anos, talvez 15 anos após ter georreferenciado um imóvel rural, um imóvel confrontante ser levantado, existir sobreposição de área e você ter que voltar a campo obter algum dado novamente.

Acredite isso acontece muito mais do que você imagina.

Isso sem falar que a qualquer momento um profissional do INCRA pode fazer uma auditoria pedindo os dados dos georreferenciamentos que você fez. Encontra erro e você ter que retificar vários ou até mesmo todos os processos de georreferenciamento que você prestou.

Agora imagine isso, um profissional que não se preocupou em entender profundamente de posicionamento pelo GNSS e que ao longo dos últimos 10 anos prestou 20 serviços de georreferenciamento.

Imagine que para a infelicidade do mesmo, ao o profissional do INCRA fazer uma auditoria nos georreferenciamento feitos por ele, o mesmo percebeu que 15 dos 20 processos de georreferenciamento possuem erros.

Imagine este profissional tendo que ir a campo obter novamente os dados  destes 15 processos. Perceba que isso significa um custo de pelo menos R$ 10.000,00 a R$ 20.000,00 reais.

Detalhe, isso quando eu possuo um treinamento avançado de posicionamento pelo GNSS por apenas 257,47 reais.

Ou seja, domine o posicionamento pelo GNSS, não corra o risco de ter que refazer serviços perdendo tempo e dinheiro .

O efeito colateral que você terá ao adquirir um treinamento sobre o assunto e passar algumas horas estudando será a segurança do conhecimento.

E muito mais do que isso, a tranquilidade de saber que um profissional do INCRA pode a qualquer momento fazer uma auditoria em seus dados, porém que quando isso acontecer, você não terá nenhum problema.

Perceba que não existe nada melhor do que isso, que não tem porque você correr o risco de ter que voltar a campo obter dados.

 

Erro 7 – Não fazer o bachup dos dados na nuvem

Alguns dias atrás eu estava conversando com o meu amigo Alexandre, do setor de suporte ao cliente da TechGEO e conversa vem, conversa vai, o mesmo me contou que um cliente ligou desesperado para ele, pois um profissional do INCRA havia pedido os dados de um processo de georreferenciamento em especifico.

Diante disso, o meu amigo Alexandre, perguntou para o cliente dele:

E você entregou os dados para o profissional do INCRA.

A resposta do cliente foi:

Eu tive um problema com meu notebook e perdi todos os dados do georreferenciamento. Por acaso não existe algum jeito de você conseguir estes dados para mim?

Perceba que diante desta situação o meu amigo estava de mãos atadas, que ele realmente não tinha como ajudar o cliente e que, resumindo a história…

O cliente teve que refazer todo o georreferenciamento!

Isso quando existem tantos serviços que fornecem hospedagem gratuita de dados na nuvem. Como exemplos temos: 

Google drive – 15 GB gratuitos;

Drop Box –  2 GB gratuitos;

OneDrive –  5 GB gratuitos;

Mega –  50 GB gratuitos;

Icloud drive –  5 GB gratuitos.

Box – 10 GB gratuitos;

Perceba que gratuitamente, somente utilizando estas plataformas, caso deseje, você conseguirá 87 GB de espaço.

Ou caso deseje manter todos os seus dados em uma única plataforma, você pode fazer como eu faço e assinar 100 GB  do Google Drive por apenas 1,99 dólares por mês.

CONHEÇA MEUS TREINAMENTOS

Está gostando do artigo? Tire um minuto do seu tempo para conhecer os treinamentos que possuo. São treinamentos 100% práticos que ajudarão você a obter os conhecimentos que precisa rapidamente e sem sofrimentos

Clique aqui e conheça

 

Erro 8 – Não entender de Cartografia

Este é um outro erro que muitos profissionais cometem ao prestarem serviços de georreferenciamento de imóveis rurais. Se você não sabe:

  • O que é um datum;
  • Qual a diferença entre altitude ortométrica e geométrica;
  • Qual a diferença entre coordenadas geográficas e UTM;
  • O que é ondulação geoidal;
  • Como transformar os dados entre os diferentes sistemas de referência;
  • Quando que é necessário projetar os dados para a projeção UTM?
  • Qual a diferença entre geoide e elipsoide;
  • O que é declinação magnética;
  • Entre outros conhecimentos e conceitos cartográficos.

Você precisa urgentemente estudar Cartografia porque provavelmente você está cometendo erros terríveis que farão você perda muito tempo e dinheiro.

Outra maneira de saber que você se realmente entende de cartografia é se você abre um software de Geoprocessamento como o ArcGIS ou o QGIS, por exemplo, e consegue utilizar o mesmo facilmente!

Ou se tem dificuldades e normalmente, após poucos cliques simplesmente se trava.

Se você se trava ou tem dificuldades em utilizar os mesmos, parabéns, a ficha acabou de cair, você precisa entender mais de cartografia.

Entenda: a Cartografia, o Posicionamento pelo GNSS, a Topografia e o Ajustamento de Dados são os alicerces que formam um bom profissional de georreferenciamento de imóveis rurais.

Sem estes conhecimentos você terá sérios problemas e provavelmente cometerá muitos erros, tendo que refazer um ou talvez até vários Georreferenciamentos, perdendo tempo, dinheiro e se queimando junto a clientes.

 

Erro 9 – Achar que não precisa estudar mais a respeito das diferentes áreas inerentes ao georreferenciamento de imóveis rurais

Este é o que eu acredito ser um dos piores erros. Isso porque existem pontos cegos.

Como assim pontos cegos Adenilson?

Simples, pontos cegos são aqueles conhecimentos que são necessários, porém que você não sabe que são necessários.

Das vezes você olha para um curso e pensa:

Eu não preciso deste curso, pois eu já entendo bastante deste assunto!

O problema é que você não sabe, mas existe uma série de conhecimentos que são necessários e que você não faz nem ideia que sejam necessários. Eles não estão no seu radar!

Você deixa de investir neste treinamento porque ele custa, por exemplo, R$ 1.500,00 reais. E como consequência acaba descobrindo os pontos cegos existentes da pior maneira possível, que é cometendo erros e perdendo muito dinheiro neste processo…

Perdendo noites de sono, se estressando e se queimando juto a seus clientes.

 

Eu digo isso porque tudo isso já aconteceu comigo. Foi a duras pedras que eu aprendi a importância do conhecimento.

Já aconteceu de eu olhar para um treinamento e pensar…

É caro!

Porém de algum tempo depois perceber que se eu tivesse feito aquele treinamento não teria perdido meses de minha vida.

Que passei este tempo estudando, quando poderia ter aprendido com outra pessoa e ter ido direto para a prática, prestando serviços e ganhando dinheiro.

Hoje, se tem um curso ou livro que eu acho que é importante, eu compro o mesmo sem olhar muito para o preço porque eu sei que o mesmo vai me ensinar muitas coisas que não estavam em meu radar. 

Que vai impedir que eu cometa muitos erros e acelerar meus resultados, economizando meses ou até mesmo anos de minha vida.

O que mais você precisa fazer para dominar o georreferenciamento de imóveis rurais?

Eu não sei se você sabe, mas eu possuo um minicurso grátis sobre o assunto. Eu costumo liberar as aulas do mesmo 2 ou 3 vezes por ano e ao final do mesmo abrir as matriculas para o treinamento Georreferenciamento Sem Mistérios.

O Georreferenciamento Sem mistérios é um método que foi brindado na prática, com a ajuda de mais de 147 alunos. As matriculas do mesmo são bem disputadas e costumam se acabar bem rapidamente.

Para juntar-se a um seleto grupo de profissionais e participar do próximo minicurso grátis do Método Georreferenciamento Sem mistérios acesse este link.

.

Bom é isso por este artigo. Não se esqueça de de conferir os demais artigos do site. Eu possuo mais de 50 artigos épicos, com dicas geniais de Topografia, Georreferenciamento e Geotecnologias.

 

About The Author

Adenilson Giovanini

Especialista em Geotecnologias, Topografia Cadastral e Georreferenciamento de Imóveis Rurais.