Marcos Topográficos: Quais os Tipos Existentes

Publicado por Adenilson Giovanini em

Quais os diferentes tipos de marcos topográficos existentes?

Quais são os tipos de plaquetas e como fazer a marcação do marco?

Quais são as acurácias necessárias?

Neste post eu irei responder estas perguntas.

 

Quais os diferentes tipos de marcos topográficos existentes?

Quando se fala na topografia, na geodésia e no georreferenciamento de imóveis rurais, o marco topográfico é um elemento de sua importância, existindo diferentes tipos de marcos.

Nós temos, por exemplo, os marcos de pedra que eram utilizados até pouco tempo atrás para delimitar as mudanças de ângulo do perímetro dos imóveis rurais.

Também temos os marcos utilizados pelo IBGE, como, por exemplo, os pilares geodésicos de centragem forçada.

marcos toporáficos - marco geodésico de centragem forçada

 

Na imagem abaixo tem um pilar geodésico de centragem forçada, o qual está instalado no topo de um prédio.

 

pilar geodésico

 

Já nesta outra imagem, temos um marco de referência de nível, o qual normalmente é utilizado em redes cadastrais municipais.

 

 

Este tipo de marco também é utilizado pela marcos topográficos – marco padrão da rede altimétrica do IBGE, podendo também aparecer no formato de uma plaqueta encrustada no concreto.

 

marcos topográficos - referência de nível encrustada na calçada

 

Ou em pontos cotados estrategicamente espalhados.

 

marco de referência de nivel padrão ibge

 

Enfim, eu lhe mostrei os diferentes marcos utilizados pelo IBGE, somente para que você tenha uma noção da existência dos mesmos.

A partir de agora irei me deter em lhe mostrar os diferentes tipos de marcos topográficos utilizados no georreferenciamento de imóveis rurais e suas características.

Como exemplos temos:

Marco de apoio básico, como o da imagem abaixo, que eu também utilizei como imagem principal deste post e na capa do Livro Topografia Cadastral e Georreferenciamento de Imóveis Rurais na Prática.

marcos topográficos

 

Este tipo de marco deve possuir uma armação de malha de ferro, o que tornará mais difícil que o mesmo se quebre.

Conforme você pode perceber pela imagem acima, durante o processo de instalação, normalmente é feita a construção de uma base de concreto.

Para a construção da mesma é utilizado areia, brita e cimento, nas proporções de 3 partes de areia, para uma parte de brita e uma parte de cimento.

Também temos os marcos de apoio imediato, que devem possuir a mesma estrutura dos marcos de apoio básico, sendo exigida uma acurácia diferenciada.

E os pontos do tipo M, os quais podem serem materializados com marcos de concreto ou com marcos de aço inoxidável, não sendo necessária a construção de uma base de concreto no entorno do marco.

Na imagem abaixo você pode ver um exemplo de marco de concreto em um ponto do tipo M.

marcos topográficos - marco utilizado no georreferenciamento de imóveis rurais

 

Este tipo de marco também deve possuir uma armação de malha de ferro, o que tornará mais difícil que o mesmo se quebre.

Os pontos do tipo M também podem serem materializados com marcos de aço galvanizado.

 

marco topográfico do tipo M

 

Agora que você aprendeu quais são os diferentes tipos de marcos existentes, vamos ver quais são os diferentes tipos de plaquetas existentes e como a marcação das mesmas é feita.

 

Quais são os tipos de plaquetas e como fazer a marcação das mesmas?

Basicamente, existem 2 diferentes tipos de plaquetas que são utilizadas em processos de georreferenciamento de imóveis rurais.

O primeiro tipo é o utilizado em marcos de concreto. Veja os detalhes deste tipo de plaqueta na imagem abaixo:

 

plaqueta utilizada em marco topográfico

 

Já o segundo tipo de plaqueta existente é o que deve ser colocado em marcos de aço inoxidável.

plaqueta utilizada em marco de aço inoxidável

 

A marcação das plaquetas, por sua vez, é feita com marcadores do tipo punção, popularmente chamados de letras e números.

 

marcadores do tipo punção

Basicamente o que o profissional faz é colocar o marcador na posição desejada e dar uma martelada no mesmo, fazendo a marcação da plaqueta.

Um detalhe importante é que de acordo com o manual técnico de limites e confrontações, a instalação da plaqueta e a marcação da mesma deve ser feita a campo.

Para a fixação da plaqueta em marcos de concreto, normalmente é utilizado super cola, pois a mesma seca rapidamente, possibilitando que o profissional em seguida faça a marcação da numeração no marco.

 

Quais são as acurácias exigidas para marcos topográficos?

Seguem as acurácias exigidas para os diferentes tipos de marcos utilizados em processos de georreferenciamento de imóveis rurais.

 

Marco de apoio básico

Todo marco de apoio básico deve obedecer as seguintes acurácias:

  • Horizontal – 10 cm
  • Vertical – 30 cm

A nomenclatura deve ser: XXX Base 001, onde:

  • XXX se refere ao código de credenciamento do profissional junto ao incra;
  • A palavra base indica que é um marco do tipo apoio básico;
  • O número 001 se refere a numeração do marco.

 

Marco de apoio imediato

Todo marco de apoio imediato deve obedecer as seguintes acurácias:

  • Horizontal – 20 cm
  • Vertical – 60 cm

A nomenclatura do mesmo deve ser: XXX M 001, onde que o M se refere ao tipo de marco. M no caso significa que o marco é materializado.

Lembrando que no georreferenciamento de imóveis rurais também temos pontos do tipo p e pontos do tipo v.

Vídeo a respeito do assunto.

É isso por este artigo. Lembrando que eu também possuo uma série de cursos e de livros práticos.

Se você quer MERGULHAR FUNDO e aprender a operar equipamentos topográficos e prestar serviços com grande velocidade e com segurança, acesse este link e conheça os mesmos.

Um dos cursos que possuo é o Curso de Operador de Receptores GNSS. Um curso com o qual você vai DOMINAR O POSICIONAMENTO PELO GNSS DO INÍCIO AO FIM.

Também sou o autor do Livro Topografia Cadastral e Georreferenciamento de Imóveis Rurais na Prática que é o livro mais completo do Brasil sobre o tema.

Gratidão por você ter lido o artigo. 🙏

 

Domine a Topografia Cadastral através de um livro formado por centenas de exemplos práticos

livro georreferenciamento

Você quer dominar a Topografia Cadastral?

Então eu tenho uma ótima noticia para você. Me refiro ao livro Topografia Cadastral e Georreferenciamento de Imóveis Rurais na Prática.

O mesmo é dividido em 10 capítulos recheados com muitos estudos de caso e exemplos práticos.

Para conhecer melhor a estrutura do livro, juntar-se a mais de 800 profissionais e adquirir sua cópia é só clicar no botão abaixo:

 

 

 

 


Adenilson Giovanini

O Professor Adenilson Giovanini é especialista em Topografia Cadastral e Georreferenciamento de Imóveis Rurais. Possui mais de 830 artigos em seu blog e mais de 460 vídeos em seu canal no youtube. Também é o autor do livro Topografia Cadastral e Georreferenciamento de Imóveis Rurais na Prática, que desde que foi lançado é o livro mais vendido do pais sobre o assunto.

121 Planilhas, templates, Lisps e Modelos de Peças Técnicas Que Todo Agrimensor Deveria Ter!

Baixe-os agora, Aumente Sua Produtividade e Melhores a Qualidade das Plantas Que Você Produz!